O Valor do Seu Nome

A falta de planejamento é uma das maiores causas de descontrole financeiro. Para reequilibrar o orçamento, é preciso agir rapidamente, cortando gastos e retomando o controle.

Com equilíbrio e organização, é possível colocar suas finanças em dia. Ao cometer excessos, mais cedo ou mais tarde eles pesam no seu bolso. Nessa hora, o importante é saber qual o tamanho da sua dívida e traçar uma estratégia para resolver a situação.

Se considerar seu orçamento como uma grande balança, distribuindo de um lado quanto você ganha e, do outro, quanto você gasta, rapidamente identificará o desequilíbrio.

Nada de se sentir culpado. O momento é de solução! Ao saber quanto você deve, fica mais fácil se organizar e recuperar a sua saúde financeira!

Estou no cadastro de restrições. E agora?

A inclusão no cadastro de restrições acontece quando uma pessoa deixa de pagar uma dívida e o credor (quem lhe emprestou dinheiro) decide protestar esse débito em cartório.

Neste caso, você deve ir ao cartório para identificar quem protestou a dívida. Depois, entre em contato com o estabelecimento, regularize a situação e solicite uma declaração de quitação de dívida.

Com este documento em mãos, com firma reconhecida, volte ao cartório para solicitar o cancelamento do protesto. Peça uma nova certidão, entregue-a no órgão de serviço de proteção ao crédito e aguarde a retirada do seu nome do cadastro de restrições.

Mesmo depois de ter regularizado sua situação financeira, nunca se esqueça que o melhor é sempre se prevenir, utilizando com responsabilidade o seu crédito para evitar transtornos e para ter uma vida com mais qualidade. Pense nisso!

Para mais informações sobre os serviços de proteção ao crédito, acesse:
http://www.serasaexperian.com.br
http://www.spcbrasil.org.br/